O QUE ESPERAR DE MACHU PICCHU EM JANEIRO?

Afinal, vale a pena visitar Machu Picchu em janeiro? Enquanto, no Brasil, essa época é considerada a alta temporada nas principais regiões do país, no Peru este é o momento em que as atrações estão bem mais tranquilas, os passeios menos disputados e, claro, os preços bem mais em conta.

Tudo isso ocorre porque é neste período que as nuvens começam a cobrir os céus andinos, anunciando a época das chuvas. Mas e aí? Quem viaja para Machu Picchu em janeiro não aproveita muito?

Nada disso! Muito pelo contrário! Há, inclusive, aqueles aventureiros que preferem explorar a cidade Inca nessa época e motivo é o que não falta! Para provar isso, a gente destacou algumas vantagens indiscutíveis de viajar para o Peru na baixa temporada e como o país pode te surpreender, ainda que o sol não brilhe todos os dias. Bora conferir?

Confira a seguir alguns benefícios quase que exclusivos da baixa temporada no Peru e saiba como é Machu Picchu em janeiro.

NÃO CHOVE O DIA INTEIRO E MUITO MENOS TODOS OS DIAS.

Ainda que essa seja considerada a estação chuvosa no país, isso não quer dizer que você pegará chuva todos os dias em seu roteiro. Aliás, pode até ser que nem veja uma gota sequer! O fato é que os dias costumam ter os céus mais carregados entre novembro e abril. Mas, dificilmente, as chuvas duram o dia inteiro e, em muitos casos, são esparsas ou não passam de ameaças somente.

Sendo assim, não se preocupe se, no dia do passeio a Machu Picchu, o tempo amanhecer carregado! É provável que tudo mude no meio do caminho e as surpresas que essa estação reserva são indescritíveis!

TUDO MUITO MAIS VERDE.

Se você achava que as nuvens mais carregadas de Machu Picchu em janeiro abafariam o colorido sem igual da paisagem, prepare-se então para se surpreender. Afinal, é justamente nessa época que o verde da vegetação se contrasta ainda mais nas montanhas, nos vales e nas próprias ruínas incas.

Sem dúvidas, é um cenário bem diferente do que a maior parte dos turistas está acostumada a ver na alta temporada, mas igualmente incrível e fascinante. Portanto, prepare a máquina e nem se preocupe em adicionar filtros às fotos!

Já imaginou conseguir fazer aquela foto das ruínas incas acima das nuvens? Vislumbrar um raio de sol perfeito iluminando as construções? Ou então ver um colorido arco-íris surgir ao fundo das montanhas, formando um papel de parede? Pois é! Todas essas surpresas são possíveis e, podemos garantir, muito mais comuns em Machu Picchu em janeiro.

PASSEIOS BEM MAIS VAZIOS.

Se você é daquelas que prefere mais sossego e tranquilidade para explorar as atrações turísticas, então janeiro pode ser a época perfeita para você conhecer cada cantinho e curiosidade desse lugar mágico mais a fundo. Afinal, tudo está menos movimentado nesse período e, ao mesmo tempo, funcionando normalmente.

Sendo assim, é a hora perfeita para realizar aquele tour arqueológico e colonial em Cusco, fazer os passeios completos pelo Vale Sagrado dos Incas e de se aventurar por outros atrativos que costumam ser bem concorridos na alta temporada, como a Rainbow Mountain (a montanha colorida), a ponte Q’eswachaka e muitos outros.

DIAS MAIS QUENTES.

O clima de Machu Picchu em janeiro, por ser verão, costuma ser um pouco mais quente e abafado durante o dia! Essa característica pode ser vista como uma vantagem na hora dos passeios, principalmente porque permite usar roupas bem mais confortáveis e leves.

No entanto, não pense que isso vale para o dia inteiro! Afinal, com a altitude de Cusco e de Machu Picchu, é normal que as temperaturas caiam à noite. Ou seja, separe aquele velho e bom casaco na mala, além, claro, de outros acessórios de frio!

Enfim, essas foram algumas dicas de como é Machu Picchu em janeiro e como todo o Peru pode te surpreender, ainda que seja considerada baixa temporada nessa época. Sendo assim, não se preocupe se as suas férias são no início do ano! Aproveite todas essas vantagens que o país proporciona nesse período e embarque em uma viagem única e inesquecível pelos destinos mais fantásticos de todo o continente.

Créditos: Machu Picchu Brasil.

Mais postagens
  • BACKPAKING CHECKLIST
    por Kirra Travel • 28 de Jan 2020

    BACKPAKING CHECKLIST KIRRA TRAVEL VESTUÁRIO: 01 - Shorts; 02 - Camisetas; 03 - Calça Esportiva (Vestidos); 04 - Calça Jeans; 05 - Moletom; 06 - Casaco (Jaqueta); 07 - Tênis Esportivo; 08 - Tênis Casual; 09 - Sandália; 10 -...

    continuar lendo
  • CHICAMA, A ONDA MAIS EXTENSA DO PLANETA
    por Kirra Travel • 24 de Jan 2020

    Ondas intermináveis são sempre apelativas. A possibilidade de efetuar múltiplas manobras, e fazer a alegria de surfar uma onda durar o máximo tempo possível são motivos suficientes para procurar estas pérolas pelo mundo fora. Trazemos-te alguns desses exemplos, e começamos...

    continuar lendo
  • ATACAMA EM FLORES: A ESTRAORDINÁRIA FLORADA NO DESERTO MAIS ÁRIDO DO MUNDO
    por Kirra Travel • 04 de Dec 2019

    Atacama em flor. A extraordinária florada no deserto mais árido do mundo! O céu de repente se enche de nuvens, aguaceiros banham a terra e, alguns dias depois, uma florada espetacular transforma essa paisagem lunar numa colorida pradaria alpina. O...

    continuar lendo
  • 15 COISAS QUE SÓ GENTE LOUCA POR VIAGEM VAI COMPREENDER
    por Kirra Travel • 30 de Nov 2019

    1- Você abdica de algumas coisas para conseguir viajar e não se arrepende. 2- Sua poupança virou ‘poupança para viagens'. 3- Sua lista de “lugares para visitar” simplesmente não para de crescer. 4- Sempre tem algo te lembrando que está na...

    continuar lendo
  • ver todas as postagens